Dicas Super Importantes para quem vai viajar para Cuba

Dicas Super Importantes para quem vai viajar para Cuba

Esse pequeno país situado há apenas 50 minutos de vôo de seu arqui inimigo EUA é o país com ideologia socialista mais conhecido nos dias atuais - os outros são China, Coréia do Norte e Vietnã, embora antes de escrever esse post eu achasse que Cuba fosse o último dos moicanos rs

Seja por sua política intrigante e polêmica, por suas belezas naturais - Cuba é banhada pelo mar do Caribe, garantindo lindas praias típicas - ou pelas suas cores e sua cultura riquíssima, Cuba é um daqueles destinos únicos no mundo que você precisa visitar ao menos uma vez na vida para tirar suas próprias conclusões.


Confesso uma coisa: EU, capitalista convicta, (li o livro "A Revolução dos Bichos" quando era adolescente, preciso dizer mais nada rsss) mudei de idéia em muitos pontos. Continuo achando um absurdo a injeção de milhões no porto de Cuba, mas aí já é assunto para um outro post. rsssss

Voltando ao assunto principal, você precisa saber de algumas coisinhas antes de viajar para Cuba para não passar perrengue. Fica aqui minha contribuição, e fiquem a vontade para me atualizar caso algo tenha mudado. :)


1) SEGURO VIAGEM. É obrigatório para Cuba. Pode parecer estranho, pois sabemos que tudo em Cuba é gratuito. A pegadinha é: é gratuito sim, mas para os cubanos. Se você é estrangeiro, para começar nem será atendido no mesmo hospital. Já me falaram também que seguro de cartão de crédito não é aceito no país. Eu acredito que seja verdade, afinal tudo que vem dos EUA (as redes de cartões são de origem americana) não existe por lá, não faria sentido aceitarem um seguro "de tabela" americano. Mas não posso afirmar 100%. Por garantia, eu fiz seguro viagem, e foi extremamente importante pois precisei utilizar lá, e o prejú seria gigantesco, pois eles cobram desde a consulta, a água que você toma para engolir uma pílula, a seringa para aplicar medicação e óbvio, o medicamento. O seguro em Cuba sempre será do tipo: você paga e depois é reembolsado. Vá preparado.

2) VACINA DE FEBRE AMARELA: Também é obrigatória para Cuba. Lembre-se que você precisa validar na ANVISA. Se você não tomar dez dias antes, esqueça a viagem para Cuba, provavelmente você não irá nem embarcar, mas se embarcar, por um descuido da companhia, com certeza não entrará no país. Eles tem um controle super rígido para conferir o documento.


3) TARJETA CUBANA: É o visto cubano, mas você não precisa passar por aprovação como nos demais países. Você simplesmente compra a tarjeta. Você pode comprar na conexão do seu vôo (Se for Avianca, em Bogotá ou em Lima, se for Copa, no Panamá), ir no Consulado Cubano em SP ou comprar pela operadora que montou seu pacote.



4) AGÊNCIAS DE TURISMO: Recomendo fortemente que você feche sua viagem para Cuba via agência de Turismo. É difícil conseguir hospedagem e passeios pela internet, visto que o forte do país não é exatamente a tecnologia da informação. Se você quiser, beleza! Mas lembre-se também que a diferença não existe, custa a mesma coisa você ter uma agente te ajudando a montar tudo, e além do mais, você não conseguirá comprar transfers e passeios pela internet. Terá que fazer tudo de táxi, e nesse quesito os cubanos são tipo os cariocas, cobram a corrida de acordo com a cara do freguês. rs Nem preciso dizer que não existe UBER lá, né? Nesse ponto você já sabe que não existe internet em Cuba, ou quase não existe. mas esse é assunto para outro ponto. Sobre esse, de verdade, é uma economia daquelas que não compensa MESMO. Além do mais, se você for para outras cidades, terá que comprar os boletos aéreos internos que também não vendem pela internet, ou em caso de cidades mais próximas, como Varadero, se arriscar a alugar um carro (sem existir GPS e carros um pouco mais modernos que o Chevette) ou utilizar o sistema de transporte cubano. Claro que algumas pessoas curtem essas aventuras, mas se você é como eu, e gosta de tudo certinho... Faça reserva de tudo antecipadamente via uma agência de viagens.

5) INTERNET: Internet é algo das cavernas em Cuba. Ela não existe em todos os lugares. Nos centros turísticos e em alguns hotéis você pode comprar um cartão pré pago (parecido com aqueles cartões de orelhão da Telemar de 1995) por cerca de US$ 3 a hora (em hotéis pode ser mais caro, cheguei a comprar por US$ 5 a hora). Ah, e no máximo você pode comprar 3 por dia, o que é SUPER CONTROLADO, pois na compra você precisa apresentar seu passaporte. Mas o principal é não funcionar em qualquer lugar. Então, se você vai pra Cuba, prepare seu detox virtual e use a internet apenas em situações necessárias.


6) ALIMENTAÇÃO: Típica de um país caribenho, os pratos são bem temperados e normalmente um pouco apimentados. Comi pratos deliciosos, mas passei alguns perrengues nos "lanchinhos": fora restaurantes, você tem dificuldade de encontrar biscoito, snacks, essas coisas... Ouvi em outros grupos que encontraram até Coca Cola, eu não achei. Eu achei alguns restaurantes até bem legais, saborosos. Mas tipo, se bate aquela larica da madrugada, esquece. Os lanchinhos, esquece. Não achava nada nos mercadinhos, nada, nem água! A sorte que eu tinha levado estoque de biscoito e chocolate, senão, foram restaurante pra almoçar e jantar, não tinha nada. E se deixasse a hora passar, os restaurantes estavam fechados. Eu fiquei uns dias em casa de família, eles não ofereciam café, fui ao mercado e não tinha NADA, de verdade, só sabão em pó, bebidas alcóolicas e um refrigerante de mate HORROROSO. Esse ai da foto do lado (me perdoe quem gostou, mas eu que amo mate, odiei). O sorvete da foto estava disponível no retaurante do hotel de Varadero.

Aí falaram que tinha uma cafeteria no hospital, que era perto, a gente ia todo dia lanchar no hospital, comprar água no hospital, café da manhã lá. Por via das dúvidas, não custa nada levar uns biscoitos por garantia.

7) SEGURANÇA: Cuba é super segura, você pode andar a hora que for nas ruas a hora que for, onde quer que seja, sem nenhuma preocupação. Aliás, um dos pontos mais admiráveis de Cuba é justamente a segurança. Tiro meu chapéu de verdade para Cuba nesse sentido. MAS... Tudo tem um mas. Antes da minha viagem li muitos relatos sobre furtos nos hotéis. E o mais interessante é que não é necessariamente dinheiro que some, embora também tenha ouvido relatos. Lembre-se que eles tem dificuldades de itens básicos de higiene (comentário para outro ponto) então eu li vários relatos sobre sumiço de roupas / calçados e itens de higiene. Na semana da viagem eu busquei no Instagram pela # do nome do meu hotel (eu fiquei num hotel 5 estrelas, bom ressaltar) e chamei três pessoas que tinham se hospedado lá recentemente. Os TRÊS relataram sumiço de itens pessoais, um uma câmera fotográfica, o outro um shampoo usado e o terceiro foi talvez o mais engraçado, CHINELOS, na área da praia. Foram ao mar e quando voltaram não estava mais lá os chinelos de ninguém do grupo. rs Já quando estive em Havana, absolutamente NADA aconteceu, me senti muito mais segura do que na minha casa, inclusive rsss. De qualquer forma, não custa nada se precaver! Quando viajei eu pesquisei formas de entocar dinheiro e fiz um post aqui pro blog, clique aqui para ler algumas idéias ;)


8) SAÚDE - Lembram o que falei sobre o seguro viagem? Aqui vou me estender mais. Se você tem algum problema específico de saúde, leve tudo que precisar de remédios. Não é tão fácil encontrar remédios e até a própria farmácia do hospital tem hora para fechar. É engraçado, por que em Cuba estão os melhores médicos de Cuba. mas por outro lado, durante a viagem minha colega teve um problema de saúde e precisou ser hospitalizada duas vezes, e senti medo e insegurança. São estruturas tão simples que chegam a assustar. Mas... Imagem não é nada. Fomos muito bem atendidos e tenho até que agradecer aos médicos que a atenderam. Só fica a dica: leve todos os remédios possíveis e imagináveis, é muito ruim precisar e não ter como comprar.


Achei o máximo o uniforme da menina responsável pela limpeza do hospital :)



9) PRODUTOS DE HIGIENE - Vou contar uma história real para que tenham uma ideia melhor de como é Cuba: ao chegar, no transfer do aeroporto para o terminal de Cruzeiros ficamos conversando com o motorista, hiper simpático por sinal (como todos em Cuba). Durante a conversa, de forma natural minha colega tirou uma embalagem de Trident, me ofereceu um e ofereceu outro ao taxista. Ele surtou! Não parava de agradecer super efusivamente!! Nós, assustadas com tamanha gratidão (muy rico, muy rico, muchissimas gracias, que Dios te bendigan!!) perguntamos se ele queria o restante da embalagem. Aí mesmo que ele surtou! Disse que ele tinha experimentado chiclete uma vez, quando era criança, e nunca mais tinha visto, e que seus filhos e esposa nunca tinham experimentado, e ele ia levar pra eles que ficariam muito felizes. Aí que entendemos: não existem fábricas em Cubas, só pequenas manufaturas. E como sabem, há um embargo, logo, qualquer produto mais industrializado tem que vir de países que não sejam nem os EUA nem aliados (eles proíbem até alguns produtos mexicanos, aliás, pasmem, soube que eles impedem a entrada até de mexicanos - podemos comentar sobre isso em outro post). Eu ouvi relatos, embora eu não tenha tido grandes dificuldades devido aos lugares onde estive e me hospedei, sobre falta de papel higiênico e absorvente feminino! Resumindo, levem seus shampoos, sabonetes, hidratantes, protetores solar, tudo que possam utilizar. Você pode ter dificuldades de encontrar esses itens, principalmente se for a outras cidades além de Havana e Varadero.


10) O POVO CUBANO - O melhor de Cuba definitivamente é o povo cubano. Nunca conheci pessoas tão alegres, simpáticas, prestativas e inclusive paqueradoras (rs) quanto eles. De tudo que eu conheci, o cubano foi o que mais surpreendeu. Não que eu achasse que eles pudessem ser fechados... Mas com todas as dificuldades que eles passam, o embargo americano, a falta de indústrias, de produtos que pra nós seriam básicos, sem terem tanto acesso ao mundo, mesmo assim eles são incrivelmente felizes. E isso marcou minha vida para sempre: eles são felizes com pouco! Não precisam de roupas luxuosas, carros do ano, itens de beleza, e são alegres, esperançosos em dias melhores, pessoas amigas que te ajudam sem esperar nada em troca. E paqueradores, sim!!! Recebi uns 3 convites de casamento por lá. Toda a amabilidade desse povo deixou minha viagem muito mais proveitosa.

Ah, é importante ressaltar também: são patriotas ao extremo - nunca nunquinha fale mal de Fidel por lá, não só por que provavelmente irão defendê-lo, afinal, mesmo sendo uma ditadura socialista eles são referência em saúde, educação e seguranca - mas também exatamente por ser uma ditadura. Tenha cuidado, se algum policial ou militar escutar você corre riscos. Também, não custa nada não falar mal sobre esse país que tão bem acolhe seus turistas, né?!


11) HOSPEDAGEM - Esse é um ponto delicado em Cuba. Como falei anteriormente, devido a dificuldade de internet você não encontra muita coisa na internet. E outra: por ser Caribe pensamos que é um padrão Cancun... Não, não é. Tenha isso em mente e tudo ficará mais fácil: mesmo em hotéis 5 estrelas você tem problema de infraestrutura, de funcionários não tão aptos a resolver os problemas... Minha dica nesse caso é: pesquise MUITO bem, não feche o mais barato, não é apenas uma questão de "se tiver uma cama e um chuveiro tá bom". NÃO! Vou exemplificar com a minha experiência: peguei um hotel 5 estrelas em Varadero. Tive problemas no quarto que fedia a mofo. Ao pedir para trocar disseram que não podiam pois todos tinham o mesmo problema. Eu mesma fui atrás da camareira, pedi para entrar em um quarto que estava vazio, sendo preparado para hóspedes, para sentir o cheiro e ver se conseguiria ficar lá. Com muita dificuldade conseguimos mudar de quarto. Isso por que esse era um dos hotéis mais bem recomendados... Outro ponto importante é o All Inclusive: pesquise hotéis que tenham mais de um restaurante. Depois de alguns dias você enjoa da comida deles, que pra gente já tem menos opções, então ter outros restaurantes é fundamental. Portanto, pense bem, não corra riscos, essa é a minha dica.

Pessoal, talvez eu tenha falado por aqui coisas negativas, mas não é de forma nenhuma para assustar, e sim alertar de algumas questões. Cuba é maravilhosa, mudou minha visão de vida (como esse povo é tão feliz e com tão pouco, por que não podemos ser também??) e com certeza vale muitíssimo a visita. Mas vá de peito aberto! Se você é do tipo que curte um luxo, serviços muito bem executados, compras, talvez não seja esse o seu tipo de viagem, e tudo bem! Só não vá pra lá achando que é uma coisa que não é, ok?


Quer mais informações? Foi pra Cuba e quer fazer alguma observação? Vai lá embaixo nos comentários ;)




📩 contato@inesqueciveisviagens.net

📱 Whatsapp: 21 98774-8783

☎️ Tel: 2456-2267

📷 Instagram: inesqueciveis_viagens

Facebook 🔷 : Inesquecíveis Viagens

Twitter 🐦 : @InesqueciveisV

Esse texto está protegido por direitos autorais, não é permitida a sua cópia ou reprodução sem consentimento prévio por escrito.

...................................................................................................................................................................................................

Você pode se interessar por

Manual do Viajante de Primeira Viagem

Os Dez Mais: Aplicativos de Celular para Viagem

Documentação para Viajar

Seguro Viagem: Contrate o Seu

Precisa comprar moeda estrangeira?

Chip de Celular para Viagens Internacionais

Voltar para o blog

Voltar para o site




#Cuba #SegurançaemCuba #Dicas

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now